Menor cão policial do mundo e parceiro xerife morrem no mesmo dia 

Por
22/04/2021
Menor cão policial do mundo e parceiro xerife morrem no mesmo dia 
COMPARTILHE

A ligação entre as pessoas e os seus animais é algo incrível. É algo tão mágico, que nos faz pensar se os bichinhos não são mesmo anjos na Terra. Nesse relato, por exemplo, o menor cão policial do mundo morre poucas horas após perder o parceiro humano. 

O caso vem do condado de Geauga, no estado americano de Ohio. O xerife, Dan McClelland, de 67 anos faleceu no dia 14 de abril. Ele estava lutando contra o câncer há um tempo.  

Poucas horas depois, o parceiro dele, o cachorrinho Midge, de 16 anos também morreu, em casa. 

Menor cão policial do mundo e parceiro xerife

(AP)

Certamente não é todos os dias que vemos algo tão significativo. O cão policial, pequeno e corajoso, serviu por anos ao lado de McClelland. O cachorrinho, de coração partido, juntou-se ao amigo de tantos anos. 

De acordo com a família, eles foram enterrados juntos. A dupla, em resumo, era bastante conhecida na região.  

Menor cão policial do mundo dava conta do trabalho 

Entre 2006 e 2016 McClelland e Midge combateram o crime no condado. Eles se tornaram, portanto, um tipo de lenda regional. Enfim, um cachorro policial tão pequeno e corajoso chamava a atenção. 

Midge era o farejador de drogas da força policial. Estamos falando de um chihuahua terrier, ou seja, não é o tipo de cão policial mais comum. O recorde de Menor Cão Policial do Mundo foi reconhecido pelo Guinness Book, em 2006.  

Menor cão policial do mundo e parceiro xerife morrem

(Xerife do condado de Geauga)

trabalho de Midge era oficial, portanto, ele era um K-9 credenciado até sua aposentadoria, em 2016. Ele deixou a força policial ao lado de McClelland, que o adotou permanentemente.  

Em conclusão, o cão serviu por 10 anos e o homem, por 44 anos. Sendo assim, são verdadeiros heróis no condado de Geauga. Que descansem em paz. 

Mais curiosidades: 

Sonhar com cachorro: Os significados por trás dos sonhos com cachorros 

Cachorro sobrevive a queda de mais de 90 metros em cachoeira 

Enfermeira psiquiátrica deixou emprego para criar um café com gatos 

COMPARTILHE
Redator e Analista.
Está matéria tem 0 comentários. Seja o primeiro!

Fale o que Você Pensa

*
*