Gata milagrosa foi atropelada por ônibus e sobreviveu 16 dias sozinha  

Por
26/04/2021
Gata milagrosa foi atropelada por ônibus e sobreviveu 16 dias sozinha  
COMPARTILHE

A vida de animais abandonados costuma ser curta. Mas uma gata milagrosa mostrou que é resistente. Ela sobreviveu por 16 dias, nas ruas e sozinha, após ser atropelada por um ônibus. 

Duas mulheres a viram e estado deplorável, logo após o incidente. A gata estava destruída e viva por milagre. Sem dúvida estava sofrendo absurdamente. Mas ela fugiu, com medo. 

Gata milagrosa sobreviveu

(RSPCA)

Equipes de resgate procuraram por ela por duas semanas. Se estivesse morta, certamente, já a teriam encontrado. As buscas aconteceram por toda a região, sobretudo, para tentar salvar ou acabar com o sofrimento da gatinha. 

Enfim, 16 dias após o início das buscas, ela foi vista no quintal de uma casa. O morador acionou a RSPCA, que foi até o local. Imediatamente, acionaram uma clínica veterinária e a levaram. 

Gata milagrosa foi atropelada e sobreviveu sozinha, mesmo com ferimentos graves 

A gata estava com a mandíbula destruída, assim como um dos olhos. Sendo assim, os veterinários precisaram remover o olho dela. A mandíbula foi religada cirurgicamente. 

Durante uma semana, portanto, o animal precisou de alimentos que vinham através de um tubo. Isso, pois não conseguia comer após a cirurgia. Os voluntários se perguntavam como ela comeu por 16 dias, sozinha. 

Gata milagrosa foi atropelada

(RSPCA)

Ela ganhou o nome de Trudie e começou a dar sinais de que iria se recuperar. A conta no veterinário ficou alta, mas várias pessoas contribuíram. A gata ainda precisará ficar sob cuidados por um tempo. Mas, depois disso, poderá ir para adoção e viver em uma casa segura para sempre.

Mais uma vez, presenciamos a importância que faz no mudo as pessoas que se importam.

Mais curiosidades: 

Curiosidades sobre São Francisco de Assis, o padroeiro dos animais 

Cadela foi jogada em rio gelado com pedra amarrada ao corpo para se afogar 

Ciência diz que gatos reconhecem voz do dono, mas preferem ignorar 

COMPARTILHE
Redator e Analista.
Está matéria tem 0 comentários. Seja o primeiro!

Fale o que Você Pensa

*
*