Dálmata tem manchas que formam a palavra “amor” 

Por 21/03/2021
Dálmata tem manchas que formam a palavra “amor” 
COMPARTILHE Curiosidades no Whats

Que os animais são puro amor, já estamos cansados de saber. Aliás, nunca nos cansamos desse amor todo. Quando mais, melhor. Mas esse dálmata te manchas que, literalmente, são um amor. As pessoas conseguem ver formas de padrões em diversas coisas, como nuvens ou buraco nas paredes. Nesse caso, porém, não é necessário tanto esforço para ler. 

Essa história ficou conhecida quando o cão, chamado Pudsey, tinha dois anos de idade. A dona dele, Jenna Barnett, publicou fotos e esperou as respostas dos seguidores. Nem todos encontraram a palavra escrita no pelo de Pudsey. Mas um destaque ajudou a encontrar. 

Com a ajuda do detalhamento feito por Jenna, podemos ver uma séria de manchas que formam a palavra “love”. Não é preciso ser fluente na língua inglesa para saber o que isso significa. Nos relatos das redes sociais, a dona afirmou que a palavra combina com o temperamento do cão. 

O cachorro foi escolhido ainda filhote, em um abrigo. A mulher se apaixonou por ele, e por suas manchas fofas. Até mesmo pessoas que passam pela rua e se deparam com ele comentam as manchas. Sem dúvida, podemos ver o que quisermos no animal. As manchas, nesse caso, de fato formam uma palavra perfeita. 

Dálmata tem manchas curiosas que chamam a atenção 

Dálmata tem manchas que formam

(Mercury Press & Media)

O caso de Pudsey rende ótimas conversas, pois todo mundo quer falar sobre isso com Jenna. Ela ficou sabendo de outros dálmatas com manchas em formato de coração. Ou mesmo alguns com padrões incomuns de bolinhas nos pelos. Mas ela nunca ouviu relatos de algum que tivesse marcado no corpo a palavra “amor”. 

Jenna e a parceira, Tanya, notaram esse detalhe logo após a adoção. Elas haviam amado as manchas, mas ainda não saiam que poderiam amar mais ainda. Ao caminharem pela rua, são até questionadas se a palavra é mesmo real ou manipulada. Isso, pois é possível realmente ser lida de longe. 

Cada passeio é uma chance de fazer amizade e contar a história desse lindo dálmata. Para não entrar em contradição com o que está marcado no pelo, Pudsey é mesmo muito amoroso. Um bichinho afetuoso, esperto e grato por ter um lar tão quente e aconchegante.  

Claro que há quem diga que estamos forçando a barra ao ver a palavra ali.  Mas, convenhamos, que não é preciso se esforçar para enxergar. Um caso curioso, sem dúvida. A pareidolia, de fato, pode enganar os olhos. Em alguns casos, porém, é inegável que podemos ver algo de diferente.  

O que é pareidolia? 

dálmata manchas

(Mercury Press & Media)

pareidolia é o que te faz, por exemplo, ver formatos de animais nas nuvens. É um fenômeno psicológico, no qual o cérebro associa formatos aleatórios a formas de coisas que conhecemos. Podemos, por exemplo, ver um rosto em uma falha na madeira ou em um pedaço de pão. 

Casos assim podem explicar avistamentos de discos voadores ou até fantasmas. Uma pessoa olha para um ponto escuro do quarto, onde há uma pilha de roupas sobre uma cadeira, e enxerga uma pessoa olhando para ela. Quando acende a luz, em resumo, só vê a pilha de roupas mesmo. 

Em fotos, alguns podem confundir formatos de coisas com silhuetas de pessoas. Imagens com supostas aparições de espíritos eram, na verdade, o cérebro pregando peças. É muito fácil ser enganado pela mente, pois ela sempre procurará sentido nas coisas. 

Em casos mais graves, mesmo a comprovação de que não há nada de mais em uma cena não convence o observador. Há algumas pessoas mais criativas que conseguem mais facilmente ver formas e padrões em cenas totalmente aleatórias. Nosso cérebro é uma máquina incrível mesmo, não é? 

Curiosidades sobre dálmatas 

Dálmata tem manchas que formam a palavra amor

(Mercury Press & Media)

Esses cachorros amam correr e precisam viver ao ar livre. A origem deles não é totalmente conhecida até hoje. Por outro lado, o nome é uma homenagem à Província da Dalmácia, na Croácia. São animais muito espertos, fiéis e cheiros de energia. Portanto são utilizados em diversas tarefas especiais. 

São cachorros conhecidos por estarem presente nos quartéis de bombeiros, por exemplo. Cães treinados para ações rápidas e delicadas, ao mesmo tempo. São também famosos por um filme da Disney, que você sabe muito bem qual é. Isso mesmo: “101 Dálmatas”. 

Os dálmatas são treinados para resgate, caça, companhia, guarda e muito mais. Nos Estados Unidos são, praticamente, os cães oficiais do Corpo de bombeiros. Na Inglaterra, cuidam dos cavalos para mante o caminho deles seguro contra animais perigosos. 

Atualmente, enfim, são cães familiares mesmo. Perfeitos para um lar. São brincalhões e alegres. Aprendem muitos truques e se divertem com crianças e adultos. É necessário ter espaço, pois são cachorros altos podem passar de 60 centímetros. O dálmata tem manchas lindas, mas ele é um cão todo especial.

101 dálmatas – Dálmata tem manchas que atraem vilões

Um dos maiores sucessos da Disney, o filme animado “101 Dálmatas” é responsável pela popularização desses lindos animais. Na época do lançamento, em 1961, já fez uma revolução na procura. Mas não pararia por , pois, em 1996 foi feita uma versão com atores, estrelada por Glenn Close. A estrela interpretou a vilã Cruela de Vil, que queria fazer casacos com os lindos pelos pintados dos dálmatas. 

Em conclusão, desde então, essa é uma raça de cachorros famosa e procurada. É comum, inclusive, que os filhotes recebam nomes dos personagens caninos dos filmes e da série, como Pongo, Pingo ou Perdita. 

Seja como for, acima de tudo, cachorros são amor. Ainda mais se ele tem isso marcado no pelo. 

Mais curiosidades: 

Golden retriever de três patas ganha prótese para poder brincar 

Homem foi multado em 5 mil Euros por manter gato selvagem como pet 

Vídeos com coleiras que dão choques em cachorros revoltam no Youtube 

COMPARTILHE Curiosidades no Whats
Gravatar
Jornalista, repórter, produtor, diretor, youtuber, redator, escritor... e gente boa!
Está matéria tem 0 comentários. Seja o primeiro!

Fale o que Você Pensa

*
*