A curiosidade matou o gato: De onde surgiu essa frase?

Por 06/03/2021
A curiosidade matou o gato: De onde surgiu essa frase?
COMPARTILHE Curiosidades no Whats

Há certas coisas que praticamente todas as pessoas já ouviram, sem dúvida. A frase “a curiosidade matou o gato”, certamente, é um desses casos. Em suma, todos nós sabemos o significado do ditado. Mas, você sabe a origem dele? Em usma, serve de alerta, dizendo que quem se mete onde não é chamado pode se dar mal.

Essa é uma adaptação de um ditado original que dizia algo como: “A preocupação matou o gato”. Ou seja, o sentido pode mudar totalmente. Isso, pois, no original, o alerta é mais sobre a ansiedade do que sobre a curiosidade. Em síntese, dizia para não esquentar a cabeça por besteiras.

a-curiosidade-matou-o-gato

Mas há muito mais sobre esse ditado. Uma continuação dele, por exemplo, dizia: “A curiosidade matou o gato… mas a satisfação o ressuscitou”. Portanto, em uma terceira linha de pensamento, o ditado dizia que valeria a pena morrer para descobrir seja lá o que fosse. Como os gatos têm várias vidas, em diversas culturas, pode valer a pena mesmo.

A curiosidade matou o gato pode ter origem científica

Um dos paradoxos científicos mais conhecidos é, sem dúvida, o do Gato de Schrodinger. Apesar do nome complicado, é algo que está presente na cultura mundial, seja em brincadeiras, memes ou cientificamente mesmo. Desenvolvido por Erwin Schrodinger, em 1935, o experimento visa, em suma, avaliar o quanto  a observação interfere nos eventos do dia a dia.

Em suma, um gato fica preso dentro de uma caixa, junto a uma ampola com uma substância que pode matá-lo. A caixa estão fechada, portanto, não podemos ver. A ampola pode ou não esta liberando seu conteúdo mortal. Sendo assim, para alguns efeitos de pesquisa, o gato está vivo e morto ao mesmo tempo.

Gato de Schrodinger

Erwin Schrödinger (Getty Images)

Em conclusão, nossa curiosidade em saber como o gato está pode matá-lo. Ou, a curiosidade em ter respostas científicas pode matar um gato. São duas formas de pensa, mas, em todas elas, o gato pode morrer. Ou seja, a curiosidade matou ou gato, ou não matou o gato. Porém no caso, não é a curiosidade do próprio gato que pode matá-lo, e sim, a nossa.

Mais curiosidades:

Sonhar com cachorro: Os significados por trás dos sonhos com cachorros

Curiosidades sobre Golden Retriever: Origem, cuidados e muito mais

Curiosidades do mundo: 10 fatos mais curiosos do mundo

COMPARTILHE Curiosidades no Whats
Gravatar
Redator e Analista.
Está matéria tem 0 comentários. Seja o primeiro!

Fale o que Você Pensa

*
*