Cachorro com a boca amarrada por fio de metal escapa de matadouro de cães 

Por 28/02/2021
Cachorro com a boca amarrada por fio de metal escapa de matadouro de cães 
COMPARTILHE Curiosidades no Whats

Mais uma história que mostra a crueldade por trás do consumo de carne de cachorro. Um homem dirigia pela cidade quando se deparou com uma cena triste. Um cachorro com a boca amarrada por um fio metálico. Em suma, ele concluiu que se tratava de um sobrevivente. Essa é a prática utilizada em cães que serão abatidos. 

Cachorro com a boca amarrada por fio de metal

(Stray Paws)

O animal, sabe-se lá como, escapou. Mas não duraria muito tempo nas ruas, pois não conseguiria se alimentar. O homem e alguns amigos procuraram por cerca de seis horas. Enfim, localizaram o cão necessitado, que estava com medo de pessoas.

Cachorro com a boca amarrada matadouro

(Stray Paws)

 

A boca dele estava muito ferida, pois o fio cortava a pele. Sendo assim, precisaram lançar mão de um tratamento com antibióticos e analgésicos.

https://youtu.be/G1SWUXLy7SU

Cachorro com a boca amarrada foi salvo 

Os homens que resgataram o cachorro deram a ele o nome de Balboa. Isso, pois estamos falando de um verdadeiro lutador. Ele passou por um procedimento delicado de retirada do fio. Sem dúvida, Balboa passou por momentos de terror e temia voltar para o lugar de onde fugira.  

cachorro resgatado de matadouro

(Stray Paws)

Em conclusão, tudo deu certo. Ele não só foi salvo, como seria encaminhado a um lar. Portanto, o destino seria muito melhor do que o passado fora.

países que comem carne de cachorro

(Stray Paws)

Mais curiosidades: 

Pai constrói escadinha para filho olhar pela janela ao lado do cachorro 

Cachorros roubados de Lady Gaga de forma violenta foram recuperados 

Ninhada de golden retriever ouve história lida por dragão de pelúcia  

COMPARTILHE Curiosidades no Whats
Gravatar
Jornalista, repórter, produtor, diretor, youtuber, redator, escritor... e gente boa!
Está matéria tem 0 comentários. Seja o primeiro!

Fale o que Você Pensa

*
*