Você não vai acreditar nesses 32 alimentos inventados sem querer

alimentos foram inventados sem querer

Sabemos que a medicina se baseia na ciência, mas muitas coisas foram descobertas por acaso. A penicilina, por exemplo, é a descoberta aleatória mais famosas, talvez. Porém, a gastronomia não seria como é hoje sem coincidências e acasos deliciosos. Alguns alimentos foram inventados sem querer e, sem dúvida, agradecemos por terem aparecido. 

1 – Biscoitos com gotas de chocolate 

biscoitos com gotas de chocolate

Ruth Wakefield ficou sem chocolate em pó enquanto fazia biscoitos e não queria decepcionar as visitas. Ela então pegou uma barra de chocolate e quebrou pedacinhos na massa. Deu errado, pois o chocolate não derreteu direito e os pedaços ficaram meio inteiros. 

Ela serviu mesmo assim e os convidados adoraram. A receita ficou famosa e a Nestlé ficou sabendo. A cozinheira ganhou um suprimento vitalício de chocolate e a receita dela estampou caixas da marca. Até hoje, os biscoitos com gotas de chocolate são associados à Nestlé. 

2 – Café 

café alimentos foram inventados sem querer

A lenda diz que um pastor da Etiópia notou que as cabras ficavam sem dormir e cheias de energia quando comiam o fruto de uma planta. Um mosteiro local ficou sabendo e foi aí que começaram a usar a bebida para que os monges ficassem acordados por horas de orações noturnas. 

3 – Nachos 

nachos deliciosos

A história conta que Ignacio ‘Nacho’ Anaya Garcia trabalhava em uma cozinha em Piedras Negras, no México. Um grupo de esposas de militares americanos de uma base ao redor foi até o restaurante em busca de um lanche. Mas o cozinheiro não estava por lá. 

Ele então preparou tortilhas e as recheou de queijo e jalapeño. Todas adoraram. O prato foi chamado de Nachos Especiales. O sucesso foi tanto, que Nacho abriu o restaurante dele. 

4 – Salgadinhos de queijo 

salgadinhos de queijo

A principal vertente fala que, na verdade, esse alimento era para animais. Sem o queijo, claro. Uma empresa do nos Estados Unidos fazia ração cozida para pets. Um funcionário, Edward Wilson, resolveu comer um dos petiscos de grãos de milho e não achou ruim. Colocou tempero e ficou melhor. 

A parada foi patenteada e, hoje, mais de 100 empresas produzem salgadinhos de queijo com a receita. 

5 – Picolés 

alimentos foram inventados sem querer picolés

Essa é uma das mais conhecidas histórias que envolvem alimentos inventados sem querer. Frank Epperson, de 11 anos, estava brincando com um graveto e uma mistura de água e refrigerante em pó. Ele entrou à noite e, no dia seguinte, a mistura havia congelado e ele puxou o graveto e saiu um picolé. 

Claro que, na época, o nome não era esse. O garoto começou a vender os sucos congelados com palitos para segurar e fez sucesso. 

6 – Batatas chips 

batata chips

As batatas fininhas e frias foram inventadas de uma forma curiosa. Um chef não aguentava mais reclamações de que as batatas fritas eram grossas e encharcadas demais. Ele fatiou o mais fino que pode, fritou, e mandou às mesas como protesto. Mas todos adoraram. 

7 – Molho Worcestershire 

Worcestershire molho

Esse é um daquelas descobertas que são feitas quando o responsável pisa na bola. O criador acabou esquecendo garrafas de molho e, quando foi usar, já tinha passado do período seguro de uso. Ele testou mesmo assim, e viu potencial. A receita completa do molho não é conhecida até hoje. Mas sabemos que o vencimento de outra receita está envolvida.  

8 – Brownies de chocolate 

brownies de chocolate alimentos foram inventados sem querer

Há duas histórias sobre a origem dos brownies de chocolate. Na primeira, trata-se de uma adaptação de biscoitos de forno para facilitar a receita. Outra, afirma que um chef acabou derramando chocolate em excesso por acidente, causando um estrago que saiu melhor do que a encomenda.  

9 – Nutella 

Nutella foi inventada sem querer

O objetivo era criar uma alternativa ao chocolate, que estava em falta por causa da Segunda Guerra Mundial. E empresa Ferrero criou uma pasta que misturava avelã, açúcar e apenas um pouco de cacau. O resultado é a Nutella que é sucesso e até protagoniza memes hoje em dia. 

10 – Chimichanga 

Chimichangas

O prato teria nascido de uma mistura improvisada de ingredientes. A curiosidade está no nome da iguaria. Uma cozinheira mexicana teria deixado cair um burrito em uma frigideira, mas, para não falar palavrão na frente das sobrinhas, gritou “chimichanga”. Sendo assim, nasceu não só um prato, mas também um nome divertido. 

11 – Queijo 

como o queijo foi inventado

Esse alimento tem mais de 4 mil anos, ou seja, a origem real é difícil de se afirmar. Diz-se que um comerciante árabe estava transportando leite pelo deserto em uma bolsa de estômago de ovelha. O calor fez o leite curar e o soro se separar. Foi í que tudo começou. 

12 – Cerveja 

invenção da cerveja

Se o queijo e antigo, a cerveja é ainda mais. Data de 6 mil anos no passado. A origem é atribuída à Mesopotâmia. Os grãos armazenados para fazer pão que umedeciam, acabavam fermentando e se misturando com a levedura do ambiente. Em vez de jogarem fora, descobriram que poderiam consumir a líquido. 

13 – Pizza havaiana 

pizza havaiana

O costume de colocar abacaxi na pizza não Havaí, que é conhecido pelo amor aos abacaxis. Apesar do nome, a pizza havaiana foi criada por irmãos gregos, no Canadá. Queriam algo novo para o restaurante e, de brincadeira, misturaram presunto e abacaxi. E não é que ficou bom? 

14 – Ravioli torrado 

alimentos foram inventados sem querer ravioli

A lenda fala de um cozinheiro alemão que bebeu muito vinho enquanto cozinhava. Ele acabou derrubando raviólis na frigideira. Para não perder totalmente tudo que tinha caído, ele acrescentou parmesão e mandou à mesa. Quem provou, adorou. 

15 – Conhaque 

conhaque inventado sem querer

Supostamente, o conhaque era feito para fortificar o vinho para que ele pudesse manter qualidade em viagens longas, às vezes intercontinentais. Como seria armazenada em tonéis de madeira, resultou no aprimoramento da destilada original e tornou-a mais bebível, evoluindo posteriormente para uma bebida própria. 

16 – Limonada rosa 

limonada rosa

Roupa suja está por trás de sua invenção, acredite ou não. Embora existam limões rosa, seu suco é incolor. Uma das inúmeras versões nos diz por que essa limonada em particular era rosa por outro motivo. 

Em 1857, Pete Conklin estava vendendo limonada no circo quando ficou sem água e pegou um balde de água suja onde uma artista tinha acabado de enxaguar suas meias cor-de-rosa. 

Ele vendeu como uma nova ‘limonada de morango’ e, desde então, os circos têm ‘limonada rosa’ disponível para matar sua sede. Se ainda usam a água com meias sujas, aí já não sabemos. 

17 – Tarte Tatin 

Tarte Tatin

Uma das histórias é que o Hotel Tatin, ao sul de Paris, administrado por duas irmãs, foi o berço do famoso doce. Uma das irmãs, Stephanie Tatin, estava tão cansada que cozinhou as maçãs na manteiga e no açúcar, embora fossem feitas para uma torta de maçã tradicional. 

Ela sentiu o cheiro de maçãs queimando na frigideira e cobriu com uma base de massa, depois enfiou dentro do forno. Stephanie decidiu servir a torta de maçã improvisada assim mesmo, fazendo dela um puro sucesso entre os convidados. 

18 – Casquinhas de sorvete 

casquinha de sorvete

Um vendedor de doces sírio, em St. Louis (EUA), teve que improvisar crepes para servir sorvetes após fiar sem pratos em uma feira. A ideias foi um sucesso, pois os clientes não precisavam devolver pratos e podiam comer a base do sorvete. 

19 – Sanduiche 

sanduiches alimentos foram inventados sem querer

Sendo um dos alimentos mais confortáveis para consumir em qualquer lugar e de qualquer maneira, não importa a situação, o sanduíche parece ter sido inventado por um viciado em jogos, John Montagu, em 1762. 

Por ser nobre 4º Conde de Sandwich e grande adicto de jogos de azar, ordenou ao cozinheiro que preparasse algo para comer, para que ele não precisasse sair do jogo para comer alguma coisa. O cozinheiro não identificado propôs colocar um pouco de carne no meio do pão torrado e o resto é história. 

20 – Iogurte 

iogurte alimentos foram inventados sem querer

Aparentemente, é graças aos pastores da Ásia Central que armazenaram leite de cabra em recipientes feitos de estômagos de diferentes animais, há 8.000 anos, que a substância coalhou e a fermentação de bactérias boas adicionaria esse sabor ácido, além de aumentar o tempo de validade. 

21 – Coca-Cola 

coca cola inventada sem querer

Aparentemente, a Coca-Cola era para ser um medicamento, quando John Pemberton a inventou em 1885 em Atlanta, Geórgia. Ele o comercializou como ‘tônico para o cérebro e bebida intelectual’, mantendo a receita em segredo, mas não escondendo o fato de que continha cocaína extraída da folha da coca e cafeína das nozes de cola. 

E foi durante a Lei Seca que se tornou popular como um refrigerante, já que as pessoas gostavam do sabor, sem a adição de cocaína, é claro. 

22 – Maçãs Granny Smith 

Granny Smith Apples invenção

Supostamente foi Maria Ann Smith, que chegou à Austrália na década de 1830, comprou frutas demais e elas acabaram estragando. Então ela acabou jogando-as perto de um riacho em sua propriedade. 

E embora tenha comprado maçãs silvestres francesas, ela notou que as frutas que cresciam nas novas árvores eram muito diferentes. Ela a patenteou e logo se tornou a maçã culinária mais popular do país. 

23 – Tofu 

tofu invenção

Graças aos mitos e à falta de jeito de um cozinheiro na China antiga. Ele, acidentalmente, misturou o coagulante natural chamado nigari ao leite de soja e os antigos chineses começaram a fazer tofu, um alimento apreciado particularmente por quem prefere refeições à base de plantas. 

Embora tenha começado na China há 2.000 anos, o tofu só chegou às cozinhas ocidentais no século 20. 

24 – Queijo azul 

Queijo alimentos foram inventados sem querer

No século 7, um pastor desmiolado na aldeia de Roquefort, França, esqueceu seu almoço em uma caverna. Ele voltou vários meses depois para a mesma caverna apenas para encontrar o queijo infestado com penicillium roqueforti, que estava crescendo lá. 

Hoje em dia, a cultura de bolor natural é simplesmente adicionada ao leite do queijo. 

25 – Champanhe 

Champagne como foi inventado

Uma coincidência completa foi que os produtores de vinho na região francesa de Champagne queriam competir com os vinhos da Borgonha. Porém, os invernos frios da região fariam com que o vinho parasse de fermentar e retomasse o processo na primavera, quando a levedura ganhava vida e começava a fermentar apenas para liberar gás carbônico que estouraria as garrafas fracas. 

Ajustando os copos de acordo, os produtores de vinho conseguiram manter as garrafas intactas e hoje, temos essa bebida entre os alimentos que foram inventados sem querer. 

26 – Slurpee 

Slurpee imagens

Omar Knedlik, proprietário de uma loja, estava improvisando algo depois que a máquina de refrigerante quebrou e ele teve que enfiar as bebidas no freezer para não esquentarem. As bebidas ficaram meio grossas por causa disso e os clientes gostaram. 

Ele então criou uma máquina que inseria dióxido de carbono, água e aromas ao refrigerante, para que ele ficasse sempre daquela forma. Ele patenteou a máquina, fazendo concurso pelo nome, e logo, o ICEE começou a ser vendido para outras lojas. 

O nome Slurpee surgiu depois para torná-lo específico para esta rede de lojas. O objetivo era descrever o som feito enquanto bebia por um canudo. 

27 – Flocos de milho 

flocos de milho

Este é um assunto sério, pois originalmente, após sua invenção, os flocos de milho eram considerados uma parte da dieta alimentar que potencialmente suprimia a masturbação e o desejo sexual. 

Dois irmãos, o Dr. John Harvey Kellogg e Will Keith ‘WK’ Kellogg, em seu spa e sanatório, sendo rigorosos adventistas do sétimo dia, propagaram o vegetarianismo e estavam constantemente inventando novas receitas com nenhum tempero e nenhuma carne envolvida. Isso, para eles, deveria reduzir o desejo dos clientes por sexo e, é claro, interromper a necessidade de “auto poluição” da masturbação. 

Deixaram o trigo fervido por muito tempo e, como saiu em flocos, eles simplesmente torraram. Mais tarde, experimentando outros grãos, eles criaram os flocos de milho que logo se tornaram os favoritos dos hóspedes famosos do sanatório, como Amelia Earhart, Henry Ford, Mary Todd Lincoln e outros. 

Até hoje, a marca Kellogg é provavelmente a mais famosa de flocos de milho, alcançando para a empresa mais de US $ 13 bilhões somente em 2015. 

28 – Vinho fortificado 

Fortified Wine alimentos foram inventados sem querer

Em longas viagens marítimas que circunvagam o globo devido ao comércio crescente nos séculos 16 e 17, os vinhos europeus não foram capazes de permanecer bebíveis. Os enólogos espertos fortificaram o vinho adicionando conhaque para estabilizá-lo e prepararam-no para resistir às diferenças de temperatura. 

29 – Crepes Suzette 

Crepes Suzette alimentos foram inventados sem querer

Em sua biografia, Henri Charpentier afirma ter inventado acidentalmente crepes Suzette em 1895, aos 14 anos, servindo ao Príncipe de Gales, que mais tarde se tornou o Rei Eduardo VII. 

Henri estava trabalhando em frente a uma travessa e o conteúdo acidentalmente pegou fogo, incendiando os crepes. O menino não queria que o príncipe esperasse, então serviu o prato mesmo assim. O príncipe gostou tanto que chegou a pedir que a já conhecida sobremesa recebesse o nome de uma senhora que estava presente naquele dia. 

30 – Uvas passas 

uvas passas

Quem poderia imaginar que as passas eram originalmente usadas como decoração por volta de 2.000 aC pelos habitantes do Mediterrâneo? Provavelmente demorou mais de mil anos para as pessoas colocarem uma uva seca na boca e perceberem que talvez fosse normal usá-la seca mesmo, além de cultivá-la para a produção de vinho. 

31 – Adoçante 

adoçante artificial

Constantin Fahlberg, um químico da Universidade Johns Hopkins em 1879, provavelmente se esqueceu de lavar as mãos ao voltar para casa depois do trabalho e notou um gosto doce em alguma parte de sua palma. 

Estava conectado a ácido sulfobenzóico superboilizado, cloreto de fósforo e amônia. Constantin testou o composto e, ao retornar à Alemanha, começou a produzir adoçante artificial: a sacarina. 

32 – Goma de Mascar 

goma de mascar

Embora a goma de mascar já estivesse entre os maias e astecas como chicle, uma substância borrachuda natural extraída do sapoti, no México e na América Central está por trás do que vemos hoje.  Thomas Adams Sênior conseguiu um suprimento de chicle de um presidente mexicano exilado.  

Ele tentou converter o chicle a alguma substância industrial útil, apenas para notar que, quando fervido e cortado em pedaços, vendia melhor como goma de mascar. 

Mais curiosidades: 

10 desenhos da Rede Manchete que deixaram saudades 

Brasileiras mais lindas de acordo com estrangeiros: 48 beldades nacionais 

30 fotos da natureza que provam que Deus é muito bom no que faz 

QUAL SERIA SUA OPINIÃO SOBRE ISSO? É MUITO IMPORTANTE PARA NÓS.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *