Consumo ilegal de pangolins na China seria origem do surto de coronavírus

Por 26/03/2020
Consumo ilegal de pangolins na China seria origem do surto de coronavírus
COMPARTILHE Curiosidades no Whats

Cientistas de uma universidade chinesa ligaram o tráfico de pangolins ao início do surto de coronavírus no país. Depois de se espalhar pela China, a contaminação se espalhou pelo mundo. Os pangolins são os animais mais traficados da Ásia e estão em extinção.

Eles seriam hospedeiros intermediários entre o morcego e o ser humano. O pangolim não apresenta sintomas, mas transmite o vírus. O contato desse animalzinho com as fezes contaminadas dos morcegos e, em seguida, sua captura e consumo, seria a resposta.

https://www.facebook.com/josebesteti/videos/519572428227796/

Os cientistas anunciaram que essa descoberta tem “grande significado para a prevenção e controle da origem”. Foi feita uma análise do genoma do coronavírus encontrado nos pangolins. Ele é 99% similar ao que causou a pandemia em humanos.

tráfico de pangolins

Escamas de pangolim vendidas ilegalmente (Athit Perawongmetha/Reuters)

Foram avaliadas mil amostras animais de pangolins selvagens até chegar ao resultado. O surto pode ter começado em um mercado ilegal na cidade de Wuhan.

Pangolins são os animais mais traficados da Ásia

pangolins podem ser origem de surto de coronavírus

(Prapan Chankaew/Reuters)

Esse pequeno e lindo mamífero é encontrado na Ásia e está ameaçado de extinção. Mesmo assim, os abates em massa continuam. O animal é vendido pelo mundo e contrabandeado. As escamas de queratina são usadas em fins medicinais.

São realizados estudos para comparar com mais animais. De acordo com outros especialistas, os dados recolhidos ainda não são suficientes para concluir a ligação dos pangolins com o coronavírus.

Leia também:

Coronavírus: Cães e gatos abandonados na China estão morrendo de fome

Quais são os sintomas do novo coronavírus?

Diferença entre álcool gel 70% e 60% – qual é mais efetivo contra coronavírus?

COMPARTILHE Curiosidades no Whats
Gravatar
Jornalista, repórter, produtor, diretor, youtuber, redator, escritor... e gente boa!
Está matéria tem 0 comentários. Seja o primeiro!

Fale o que Você Pensa

*
*