Cãozinho se recusa a dormir no lugar do amigo que morreu

Por 27/03/2020
Cãozinho se recusa a dormir no lugar do amigo que morreu
COMPARTILHE Curiosidades no Whats

Seja para humanos ou animais, a dor da perda é uma das piores que podemos sentir. Para Harry, o Shih Tzu, o processo de cicatrização está demorando um pouco mais do que a dona, Caitlin Wynne, esperava. Na verdade, ele ainda está de luto por seu melhor amigo, George, um ano após a morte dele. O cãozinho se recusa a dormir no lugar do amigo.

Desde o momento em que se conheceram, os dois cães pareciam se completar: “Pegamos Harry quando George tinha 7 anos, porque parecia que ele precisava de um amigo”, disse Wynne ao The Dodo. “Eles se deram muito bem. Harry era sempre mais brincalhão e enérgico que George, mas eles ainda brincavam e sempre dormiam um ao lado do outro.

cãozinho espera amigo voltar

Os dois eram inseparáveis (Twitter / Caitlin Wynne)

O cãozinho sempre foi um pouco tímido, segundo a tutora, e passar um tempo com George deu a ele a confiança que ele precisava. “Harry não suportava ficar em uma sala sem ele e confiava muito nele”, disse Wynne. “Ele era muito tímido quando o pegamos e ainda é bastante tímido agora.”

Os dois cães dormiam juntos todas as noites, dividindo uma cama de cachorro até que, aos 15 anos, George ficou doente. Foi comovente para Wynne assistir Harry tentando cuidar de seu amigo doente.

Cãozinho se recusa a dormir no lugar do amigo

cãozinho se recusa a dormir

De partir o coração (Twitter / Caitlin Wynne)

“Eles costumavam dividir a cama, mas quando George ficou doente. Harry dormiu ao lado da cama para dar espaço a ele”, disse Wynne. “Eu dormi no sofá na noite anterior à morte de George para lhe fazer companhia e Harry estava andando pela sala chorando. Ele não dormiu a noite toda, como se soubesse que algo estava errado”.

Quando George foi colocado para dormir no dia seguinte, seu melhor amigo foi com ele ao veterinário e se recusou a sair do seu lado. Harry foi a última coisa que George viu antes de fechar os olhos.

Amizade além da vida (Twitter / Caitlin Wynne)

Agora, na maioria das noites, Harry volta para a cama que eles dividiram. Só que quando ele se deita, ele sempre deixa espaço para o amigo. “Ele dorme no chão ao lado da cama agora com bastante frequência”, disse Wynne.

Enfim, já faz mais de um ano que George se foi. Mas Harry ainda não superou a perda.

Leia também:

Menina canta pela última vez para seu gato de 14 anos e ele morre em paz nos braços dela

Bebê acalma golden retriever com medo de trovões e vídeo viraliza

COMPARTILHE Curiosidades no Whats
Gravatar
Jornalista, repórter, produtor, diretor, youtuber, redator, escritor... e gente boa!
Está matéria tem 0 comentários. Seja o primeiro!

Fale o que Você Pensa

*
*