Mulher afoga cachorro na banheira por ele ‘latir demais’

Mulher afoga cachorro na banheira por ele ‘latir demais’

De acordo com informações de sites norte-americanos, uma mulher foi flagrada durante um crime de maus-tratos. O caso foi registrado na Flórida, nos Estados Unidos. Uma testemunha viu tudo e denunciou.

Enquanto fazia manutenção na casa de uma mulher, de 43 anos, um homem flagrou o momento em que a dona da casa foi até o canil, buscou o labrador de estimação, e o levou até o banheiro da casa. O funcionário começou a ouvir então latidos e lamentos do animal e barulho de água se espalhando.

O homem foi até a porta do banheiro e perguntou se estava tudo bem. A mulher afirmou que sim, mas os sons continuaram e ele decidiu entrar no banheiro e viu o animal, já morto, dentro da banheira.

Mulher tinha perdido parentes próximos e disse que o cão latia demais

Presa por crueldade animal agravada, a mulher disse que teve um ano complicado. Ela teria perdido o marido e o pai em pouco tempo e estava debilitada emocionalmente.

Quanto à morte do cão, ela justificou os maus-tratos dizendo que ele latia demais e que a tinha mordido. Ela responderá pelo crime, mas as justificativas, apesar de não anularem o que foi feito, poderão ser levadas em consideração.

Fonte: Local 10 News

Leia também: Homem foi indiciado por matar 25 gatos e um cão em Joinville

Recomendamos para você



Primeiro Comentário

  1. Por que está, maldita não tentou se matar? O cachorro não tem culpa se ela é uma idiota, morreu alguém da parte dela. O que o animal tem haver com isso?
    Se fosse uma criança,ou uma pessoa de idade ou alguém com deficiência?
    Ela é um monstro.