Reino Unido proíbe venda de filhotes em pet shops

Por 20/01/2020
Reino Unido proíbe venda de filhotes em pet shops
COMPARTILHE Curiosidades no Whats
O Reino Unido proibiu a venda de filhotes de cães e gatos com menos de seis meses de idade em pet shops. A decisão veio do Departamento de Meio Ambiente e Assuntos Rurais. A ideia é diminuir os danos causados pela exploração e maus-tratos que os bebês sofrem. Quem quiser um animal com menos de seis meses precisa procurar um criador ou adotar em um abrigo.
venda de filhote em pet shops

A lei foi implementada em 2019 com apoio de 95% da população. A novidade foi chamada de Lucy’s law (Lei de Lucy) em homenagem a uma cachorrinha resgatada. Lucy foi, uma cavalier king Charles spaniel, foi salva de uma fazenda de filhotes. Isso aconteceu no País de Gales, em 2013.

Leia também:

Menina canta pela última vez para seu gato idoso e ele morre em paz nos braços dela

Cobras gigantes com mais de 10 metros foram encontradas mortas após incêndios florestais

Os 10 melhores filmes da década segundo críticos e cineastas

Lucy foi resgatada e lei tem seu nome

O caso de Lucy mostrou os maus-tratos aos quais os filhotes à venda eram expostos. O foco da lei é dar fim às condições terríveis às quais os cãezinhos e gatinhos estão expostos em criadouros, principalmente os clandestinos.

Os pet shops também precisarão comprovar que atuam com abrigos responsáveis e criadores que fazem tudo certinho. A estimativa da Britain’s People’s Dispensary for Sick Animals é que 49% das famílias do Reino Unido pets. São 11,1 milhões de gatos e 8,9 milhões de cães, além de um milhão de coelhos.

Você acha que o Brasil deveria fazer o mesmo?

Fonte: BBC

proibida venda de filhotes

COMPARTILHE Curiosidades no Whats
Gravatar
Jornalista, repórter, produtor, diretor, youtuber, redator, escritor... e gente boa!
Está matéria tem 0 comentários. Seja o primeiro!

Fale o que Você Pensa

*
*