Mulher esfaqueou homem que se negou a ter relações sexuais com ela

Mulher esfaqueou homem que se negou a ter relações sexuais com ela

Em Patos de Minas, cidade de Minas Gerais, aconteceu um caso, no mínimo, curioso. Uma mulher esfaqueou um homem que se negou a transar com ela. Isso mesmo! A vítima, de 48 anos, teria dito que preferia se relacionar com homens.

(Foto em destaque: Sofia Sforza/Unsplash)

A agressora, de 26 anos, teria cometido o crime e fugido em seguida. O homem foi encontrado com um ferimento no peito, causado por faca. Ele foi socorrido de madrugada, no bairro Sebastião Amorim. O Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) atendeu o indivíduo na Avenida Maria de Fátima Borges.

A vítima foi encaminhada ao Hospital Regional. Apesar de ter sido ferido no peito, o homem não corre risco de morrer. Tudo teria acontecido depois que a moça insistiu para ter relações sexuais com ele, que se negou, e acabou irritando a jovem.

Mulher esfaqueou
Mulher não teria aceitado não como resposta
(Foto: Fernando Aguilar/Unsplash)

Mulher esfaqueou vítima e poderia ter feito mais

Aos policiais, o homem contou que fugiu ao receber o primeiro golpe. Ele correu até ser socorrido, mas indicou o local onde a agressora estaria. A mulher foi presa em flagrante e responderá por lesão corporal.

Ao colher o depoimento da mulher, os policiais constaram que a versão do homem era verdadeira. Ela teria dito aos investigadores exatamente a mesma coisa. Ou seja, insistiu para ter relações sexuais com a vítima, e acabou recebendo um não.

Leia também:

Os 5 reality shows mais bizarros do mundo

Veterinária durona do exército se arma para lutar contra caçadores ilegais na África

Quantas vezes por semana devemos fazer sexo?

Além de se negar a ir para a cama com a moça, o homem ainda teria dito que preferia se relacionar com outros caras. Isso enfureceu a garota, que partiu para a violência física após uma discussão.

Enfim, os nomes dos envolvidos não foram divulgados para evitar constrangimentos. Até mesmo a investigação pode ser prejudicada. Sendo assim, enquanto tudo é verificado, ficamos com a versão curta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *