Cão morreu e outro ficou cego após salvarem bebê de cobra

Por 27/07/2019
Cão morreu e outro ficou cego após salvarem bebê de cobra
COMPARTILHE Curiosidades no Whats

O vídeo e as fotos deste caso ficaram famosos no mundo todo. Um cão morreu e outro ficou cego para salvar bebê de cobra venenos que invadiu a casa. O registro foi feito nas Filipinas, na cidade de Kidapawan.

Os pais da criança, de apenas um ano de vida, não estavam em casa no momento. Havia um criado que verificava o local de vez em quando, mas ele não viu a coisa acontecendo. A pequena Skye dormia sozinha quando a serpente entrou na casa.

Enquanto se aproximada de onde estava a criança, o réptil foi atacado pelos cães da família. Eles atiram por alguns minutos para espantar a ameaça, sem sucesso. A cobra peçonhenta continuou se aproximando de Skye, e os cachorros atacaram.

Depois da luta, um dos cães, o Dachshund, chamado Miley não resistiu. A serpente venenosa foi morta, mas o cãozinho foi picado várias vezes e morreu. O outro cão, Moxie, foi socorrido á tempo ao veterinário e sobreviveu, mas acabou perdendo a visão.

Veja o vídeo:

Cão morreu, mas lutou até o fim

A história de Miley e Moxie emocionou muitas pessoas. Certamente mostra que o instinto de proteção dos animais abrange mais do que os próprios filhotes. Uma verdadeira prova de amor e doação.

Miley não desistiu após a primeira picada. Mesmo ferido, o cãozinho continuou a luta até ter certeza de que a cobra tinha morrido. Quando os pais do bebê chegaram em casa e constataram a situação, Moxie ainda estava vivo. Ele ficou cego, por outro lado.

Os pais deram entrevistas após o acontecimento, e agradeceram a ação de Miley. Agora, os cuidados com a pequena Skye serão redobrados, e o herói sobrevivente, Moxie, também terá espaço de destaque da família.

Leia também:

Cães sabem se uma pessoa é desonesta, aponta estudo

Quantas vezes por semana devemos fazer sexo?

Homem comprou tartarugas em mercado e as devolveu ao mar

COMPARTILHE Curiosidades no Whats
Gravatar
Redator e Analista.
Está matéria tem 0 comentários. Seja o primeiro!

Fale o que Você Pensa

*
*