Empresa canadense procura sommelier de maconha

Empresa canadense procura sommelier de maconha

Quando se cogita o emprego dos sonhos, se imaginar como um sommelier de maconha é para poucos. Se é que alguém já pensou nisso. Mas agora, essa curiosa profissão pode passar a figurar nos sonhos de mais pessoas.

Isso, pois uma empresa canadense está procurando alguém para testar os produtos que oferece. Ou seja, quer um profissional qualificado para dizer se os itens comercializados são bons ou precisam de mais um… tapinha.

(Foto em destaque: Kimzy Nanney/Unsplash)

Enfim, a parte mais interessante, é que a companhia AHLOT vende maconha. E sem dúvida é da boa. Mas não por já termos provado, e sim, pois os produtos são premiados. Visando manter a qualidade e evoluir a marca, a empresa busca pessoas cujo trabalho seria experimentar os itens.

Sommelier de maconha já é uma área bem disputada

Anúncio sommelier de maconha
Anúncio diz: “Sim, isso é um emprego de verdade”
(Foto: Reprodução/AHLOT)

Bem, se ninguém pensava que poderia viver de experimentar os derivados da cannabis, a coisa mudou de figura. Sem dúvida o interesse na vaga mostrou que essa vertente trabalhista pode aumentar.

Após o anúncio da AHLOT, pelo menos 25 mil candidatos do mundo todo entraram em contato interessados no trampo. Inicialmente, era procurado um sommelier de maconha canadense, porém, a procura foi tanta, que as seleções foram ampliadas, dando mais chances a quem estava fora do perfil.

Leia também:

Pessoas que morreram jogando videogame

Estresse humano contagia cães, diz estudo

Odores da natureza previnem estresse e outras doenças

Especialista em maconha
José Dominguez, um dos contratados
(Foto: Reprodução)

Em primeiro lugar, procuravam especialistas na erva. Posteriormente, passaram a aceitar “currículos” também de quem cultivava a planta, e quem era envolvido de outras formas com a cannabis.

A procura por um profissional veio logo após o marco legal da maconha no Canadá. Ou seja, assim que o uso recreativo foi permitido, a empresa já colocou o anúncio da vaga.

Enfim, as vagas já foram preenchidas, mas não desanime. Como a coisa está crescendo no Canadá, e em outros lugares do mundo, quem sabe não aparecem mais vagas?

Recomendamos para você



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *