Noruega se nega a perfurar poço de petróleo valioso para preservar o meio ambiente

Por 04/06/2019
Noruega se nega a perfurar poço de petróleo valioso para preservar o meio ambiente
COMPARTILHE Curiosidades no Whats

As Ilhas Lofoten, na região do Ártico, são consideradas uma maravilha natural de belezas únicas. Sendo assim, deveriam ser preservadas a todo custo, certo? Bem, é isso que estão tentando fazer. A Noruega se nega a permitir a exploração petrolífera por lá.

A decisão veio do maior partido do parlamento do país. A indústria do petróleo já estava animada com as possibilidades. Mas acabou se frustrando, já que a Noruega prefere cuidar do meio ambiente do que ganhar milhões com a exploração.

Certamente é um exemplo a se seguir no mundo todo. Isso, pois o país é rico, bem organizado e agora foca em manter suas belezas. O partido de oposição ao governo conseguiu maioria no parlamento para garantir isso.

Aurora boreal em Lofoten

Aurora boreal em Lofoten
Foto: Johannes Groll

Noruega se nega a perfurar poço e petróleo é o que não falta

Sem dúvida o país perde oportunidades com isso. Por outro lado, ganha mais pontos importantes em preservação. Por outro lado, vale lembrar que o país está entre os 20 maiores produtores de petróleo do planeta. Ou seja, a exploração petrolífera é comum.

Leia também:

Curiosidades do mundo todo para te divertir e animar seus papos

Quantas vezes por semana devemos fazer sexo?

Como ser feliz? A ciência pode ter uma fórmula

A Noruega produz, em resumo, 1,6 bilhão de barris de barris de petróleo todos os dias. A empresa mais relevante no país em termos de extração de petróleo, a estatal Equinos ASA, não gostou da ideia. Segundo a companhia, perfurar as Ilhas Lofoten é essencial para que a Noruega mantenha bons índices de produção.

Quanto petróleo há em Lofoten?

As belas ilhas Lofoten

As belas ilhas Lofoten
Foto: Niklas Tidbury

A estimativa, é que o arquipélago guarde de um a três bilhões de barris de petróleo. A região sempre foi protegida, ou seja, acordos políticos mantinha as ilhas intocadas.

Mas as coisas, aparentemente, mudaram. E agora novos acordos políticos tentam manter as coisas como eram.

Sindicatos do setor apoiam a perfuração, e insistem na importância de chegar a uma conclusão. Por outro lado, parece que preservar o meio ambiente é a prioridade. E estamos felizes com isso.

COMPARTILHE Curiosidades no Whats
Gravatar
Redator e Analista.
Está matéria tem 0 comentários. Seja o primeiro!

Fale o que Você Pensa

*
*