Austrália pretende envenenar 2 milhões de gatos

Austrália pretende envenenar 2 milhões de gatos

Isso mesmo! A Austrália pretende envenenar 2 milhões de gatos até o ano de 2020. Certamente á uma decisão que causou a revolta de muita gente. Entenda o motivo e, então, decida o que acha de toda essa história para não parece que que o país envenena gatos por puro prazer.

Os alvos são os felinos conhecidos como “gatos ferais”. Ou seja, são gatos domésticos que voltaram à vida selvagem. Certamente é necessária uma explicação melhor… vamos a ela.

Gatos domésticos, ao longo dos anos, seja por abandono ou por nascerem nas ruas, deram origem a gerações de bichanos diferenciados. Eles são como os gatos que temos em casa, mas são selvagens, ótimos caçadores, e estão causando problemas.

São da mesma espécie dos gatos de estimação, mas se reproduzem e vivem de forma selvagem.

(Imagem em destaque: Koen Eijkelenboom / Unsplash)

Gatos selvagens Austrália
Animais vivem e se reproduzem na selva
Foto: Alexey Suslyakov/Unsplash

E os envenenamentos?

Segundo dados australianos, já podem haver seis milhões de gatos ferais nas florestas. E eles estão acabando com certos animais, como coelhos, lagartos e pássaros exóticos. No ano de 2015, esses gatos foram oficialmente considerados uma praga e uma ameaça. Eles podem extinguir outros animais.

De acordo com o Departamento de Meio Ambiente e Energia da Austrália, 27 mamíferos já podem ter sido extintos por causa dos gatos selvagens. Outras 142 espécies estão ameaçadas.

A estratégia tem sido criticada

O plano de 2015 de matar os animais em larga escala foi muito criticada. Um abaixo assinado reuniu mais de 30 mil assinaturas contra a ideia. O documento pedia que houvesse opções à morte dos bichanos. Por exemplo, a captura, castração e devolução à natureza.

gatos selvagens
Gatos ferais ameaçam outras espécies
Foto: Georgy Rudakov/Unsplash

Leia também:

Quantas vezes por semana devemos fazer sexo?

Gatos pretos deixam de ser adotados por “não serem fotogênicos”

Holanda é primeiro país sem cães de rua

O governo, por outro lado, afirmou que isso seria impossível. Segundo a nota, cobrir sete milhões de metros quadrados com armadilhas, e castrar milhões de gatos, não seria possível.

A ideia é sobrevoar as áreas com drones e soltar pacotes com petiscos envenenados. A toxina é fatal aos gatos e, segundo o governo, é a solução mais viável para o caso.

Recomendamos para você



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *